Jejum Intermitente

Você deve ter passado a sua vida inteira ouvindo que o café da manhã era a refeição mais importante do dia e que para ser saudável, você deveria comer várias pequenas refeições ao longo do dia. Porém, esses conceitos mudaram ao longo dos anos e hoje existem pesquisas que confirmam os benefícios do jejum intermitente, que é o que você faz quando sai de casa de manhã sem comer, ou quando passa a manhã na cama no fim de semana e tem o almoço como sua primeira refeição do dia.

Tais pesquisas sugerem também que o jejum tem os mesmos efeitos benéficos da restrição calórica, o que aumenta drasticamente a expectativa de vida em animais. Além de tudo isso, o jejum intermitente pode ser usado como opção por aqueles que não conseguem reduzir a ingestão diárias de calorias e precisam perder peso. Outros beneficios do jejum intermitente seriam: aumentar o nível de produção do hormônio do crescimento (também conhecido como “fitness hormone), facilitar a perda de peso, reduzir a resistência à insulina, reduzir inflamação, melhorar a pressão arterial e aumentar a massa magra.

Continue reading “Jejum Intermitente”

10 sinais de que você pode ter cândida

Você sabe o que é cândida? Ela é um fungo que vive em quantidades pequenas na nossa boca e no nosso intestino. Ajuda na digestão e absorção de nutrientes, mas quando ela se reproduz demais (mais info abaixo) é capaz de romper a parede do intestino e penetrar na corrente sanguínea, liberando toxinas no nosso organismo.

Esse fenômeno pode produzir diversos sintomas, de depressão a problemas digestivos. As bactérias que vivem felizes no nosso intestino mantém equilibrados os níveis de cândida, porém, muito são os fatores que podem colaborar para que a quantidade de candida cresça desordenadamente:

  • Dieta rica em açúcar (não só o branco, mascavo e mel, por exemplo, mas também farináceos, pães, tortas e massas);
  • Muito álcool;
  • Contraceptivos;
  • Alimentos fermentados (que são saudáveis) como chucrute, picles e kombucha em excesso;
  • Estresse excessivo;
  • Tratamento com antibióticos, que mata as bactérias benéficas também.

Continue reading “10 sinais de que você pode ter cândida”

Açúcar – Este sim é o grande vilão!

Como muitos de vocês já sabem, voltei pra faculdade, dessa vez pra estudar (oficialmente) nutrição natural. Lá me deparei com outras pessoas que, assim como eu, se apaixonaram por nutrição quando começaram a estudar a fundo dietas naturais para melhoria de saúde ou, até mesmo, cura de doenças graves. Aliás, não é só na faculdade que venho encontrando pessoas que cada vez mais se interessam pelo assunto. Elas estão por toda parte. Com cada uma delas aprendo um pouco sobre cada dieta ou terapia alternativa que vem sendo utilizada por aí.

Continue reading “Açúcar – Este sim é o grande vilão!”

O açúcar que alimenta o câncer

Segundo muitos pesquisadores, o açúcar representa um risco para a saúde e contribui para cerca de 35 milhões de mortes no mundo todos os anos. O nível de toxidade do açúcar é tão grande, que para alguns deveria ser considerado uma substância de potencial tóxico como são o álcool e o cigarro. Para outros, deveria-se criar uma taxa sobre todos os alimentos e bebidas com adição de açúcar, tamanha é sua ligação com a diabetes tipo 2, que vem aumentando absurdamente no mundo.

Continue reading “O açúcar que alimenta o câncer”

Carne orgânica é melhor? (Parte 2)

Carnes orgânicas e convencionais, como já falei no artigo “Carne Orgânica é Melhor?” se diferenciam, dentre outras coisas, pela uso indevido de antibióticos, o que na carne não orgânica, é uma prática comum. Outra diferença é encontrada no perfil de gorduras boas.

Estudo recente (1) revelou que a quantidade de Omega-3 encontrada na carne orgânica é 47% maior do que a encontrada em carnes convencionais. Só para relembrar, Omega-3 é uma gordura poliinsaturada que nosso corpo não produz e deve fazer parte da nossa alimentação. Além de ser uma gordura essencial, ela é fundamental para redução de inflamação no organismo e, também, para a prevenção de doenças cardíacas e do declínio cognitivo (2).

Continue reading “Carne orgânica é melhor? (Parte 2)”

Carne orgânica é melhor?

Eu venho sempre falando nos meus posts mais recentes que é saudável comer carne e que devemos nos preocupar sim se ela é orgânica e se o animal é criado solto. Além de diferenças no perfil de “gorduras boas”, assunto sobre o qual vou escrever em detalhe em outro post, carnes convencionais e orgânicas também se diferenciam quanto ao uso de antibiótico. Nas orgânicas, ele é usado apenas quando o animal realmente fica doente, mas na convencional ele pode ser usado para que o animal cresça mais do que cresceria sem seu uso. Nunca ninguém soube o porquê deste “fenômeno”, só se sabia que essa estratégia funcionava. Hoje já se sabe que isso acontece devido ao impacto negativo que o uso de antibióticos têm na flora intestinal desses animais. Ao induzir um estado de desequilíbrio crônico na flora intestinal, os antibióticos aumentam a energia que esses animais retiram da mesma quantidade de comida (1). Não há estudos em humanos que confirmem isso até o momento, mas se especula que aquilo que engorda os animais (e antibiótico está nessa lista) também causa aumento de peso no homem (você já pensou nisso?).

Continue reading “Carne orgânica é melhor?”

Jejum Intermitente

Você deve ter passado a sua vida inteira ouvindo que o café da manhã era a refeição mais importante do dia e que para ser saudável, você deveria comer várias pequenas refeições ao longo do dia. Porém, esses conceitos mudaram ao longo dos anos e hoje existem pesquisas que confirmam os benefícios do jejum intermitente, que é o que você faz quando sai de casa de manhã sem comer, ou quando passa a manhã na cama no fim de semana e tem o almoço como sua primeira refeição do dia.

Tais pesquisas sugerem também que o jejum tem os mesmos efeitos benéficos da restrição calórica, o que aumenta drasticamente a expectativa de vida em animais. Além de tudo isso, o jejum intermitente pode ser usado como opção por aqueles que não conseguem reduzir a ingestão diárias de calorias e precisam perder peso. Outros beneficios do jejum intermitente seriam: aumentar o nível de produção do hormônio do crescimento (também conhecido como “fitness hormone), facilitar a perda de peso, reduzir a resistência à insulina, reduzir inflamação, melhorar a pressão arterial e aumentar a massa magra.

Continue reading “Jejum Intermitente”