Filosofia

Todo meu trabalho se apoia na prevenção de doenças e/ou diminuição de seus sintomas, por meio de recomendações nutricionais. Eu parto do princípio de que problemas de saúde são causados por desequilíbrios nutricionais e bioquímicos no organismo.

Minhas recomendações visam restaurar este equilíbrio (homeostase), não só por meio da alimentação em si, mas também orientando como evitar certas toxinas e alergênicos, com estratégias para facilitar a desintoxicação e utilizando nutrientes complementares, como vitaminas e minerais em altas dosagens, se necessário.

Este abordagem é indicada para dar suporte tanto a pessoas que desenvolveram doenças crônicas quanto àquelas que desejam melhorar sua saúde ou estilo de vida. É classificada como medicina complementar e pode ser usada, também, em conjunto com tratamentos convencionais, o que significa que um Nutritional Therapist muitas vezes tem contato com outros profissionais de saúde (médicos, fisioterapeutas, acupunturistas, homeopatas, etc…).

A formação em “Naturopathy” (conhecida no Brasil como Naturologia) apenas complementou e confirmou meu entendimento de que nosso corpo, na maioria dos casos, é mesmo uma máquina perfeita e para que tenhamos saúde plena basta darmos a ele as condições necessárias. Condições estas que podem ser atingidas utilizando-se daquilo que é encontrado na natureza (como um alimento, uma erva, por exemplo) e/ou por mudanças totalmente possíveis no estilo de vida do paciente.

Todo meu trabalho está baseado na crença de que cada indivíduo é um ser único e por isso recomendo programas de nutrição e estilo de vida personalizados. Uma vez dadas as condições adequadas, nosso corpo encontra novamente seu equilíbrio e recobra a saúde.

É importante citar que não utilizo terapia nutricional como um substituto para o aconselhamento de um médico, a quem devo encaminhar o paciente que apresente qualquer sintoma definido como “red flag”. Assim, devo recusar continuar dando suporte a pacientes que não passem por consulta com um médico quando assim recomendado.

É fácil e divertido se alimentar bem. É possível não passar fome, não ter que suprimir vontades e viver a vida de forma alegre e divertida. Não faça dieta. Não conte calorias, nem viva em função de baixar seu peso. Reaprenda a comer e a viver mais leve, com menos estresse. A solução pode estar na sua alimentação e no seu estilo de vida.